A pandemia do novo Coronavírus está afetando também o calendário das paradas gays pelo mundo. Quase cem Paradas do Orgulho LGBTQ+ já tiveram que ser adiadas ou canceladas por conta da Covid 19.

A situação é tão complexa, que pela primeira vez a Intepride – associação das paradas gays pelo mundo – se reuniu para criação de um grupo para discutir o impacto do novo Coronavírus nos eventos. A organização está se mexendo para apoiar todos os organizadores das Paradas do Orgulho LGBTQ+ no mundo.

A orientação é para se preocupar primeiro com o bem estar da comunidade, mas sem deixar de trabalhar para reduzir ao máximo, dentro do possível, o impacto do novo Coronavírus nos eventos relacionados as paradas gays pelo mundo.

Como a distância social e até a quarentena estão sendo adotadas por diversos países pelo mundo, os organizadores estão sendo obrigado a adiar ou até mesmo cancelar as Paradas do Orgulho LGBTQ+ em todo o mundo. Confira abaixo a lista das paradas já afetadas:

Brasil: São Paulo foi adiada

Estados Unidos: Pride of the Americas (Fort Lauderdale) , Tampa, Manatee, Miami Beach, Phoenix, Southeast Los Angeles, Long Beach, Los Angeles, San Louis, Roanoke, New Hope, Northamptom, Milwaukee, Boise City e Bainbridge Island foram adiadas. Palm Beach, Glendale, Cathedral City, Charlotte, Kinston, Astoria, Capital City, Oluympia, Tukwila foram canceladas.

Canadá: Moose Jaw foi adiada. Kelowna, Innisfil e Barrie canceladas.

Suécia: Vargarda, Karlskrona, Solvesborg e Katrineholm foram adiadas. Boden, Jarvso, Linkoping e Kinna foram canceladas.

Noruega: Orsta foi cancelada.

Irlanda do Norte: Dungannon foi adiada.

Escócia: Stornoway e Aberdeen foram adiadas. Highland, Lochaber, Oban, Dunoon, St. Andrews, Edimburgo e a Trans Pride foram canceladas.

País de Gales: Bi Pride e Swansea Pride foram adiadas.

Inglaterra: Londres, Birmingham, Northumberland, Sunderland, Durham, Bury, Crewe, Ipswich,Coventry, Bromsgrove, Cheltenham, Weston-supe-Mare, Exmouth, Exeter, Hampshire, Oxford, Brighton Trans Pride, Liverpool Trans Pride e a Muslin Pride em Londres foram adiadas. Harrogate, Leed Trans Pride, Bradford, Blackpool, Sowerby Bridge, Barnsley, Hull, Belper, King’s Leen, Salisbury, Abingdom, Forest Gate e Manchester foram canceladas.

França: Fierté Tignes e Arras canceladas.

Bélgica: Bruxelas foi adiada. Maastricht foi cancelada.

Holanda: Utrecht foi cancelada

Hungria: Pécs foi cancelada.

Polônia: Cracóvia foi adiada.

Alemanha: Cottbus e Ingolstadt foram adiadas. Saarbrucken, Gottingen e Weiden foram cancelada.

Romênia: Bucareste foi adiada. Cluj-Napoca foi cancelada

Austrália: Castlemaine, Bendigo e Hay foram canceladas.

Japão: Tóquio foi cancelada

Singapura: Cingapura foi cancelada

Filipinas: Grande Manile foi cancelada

One thought on “Quase 100 paradas gay foram adiadas ou canceladas no mundo”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *