A discussão é antiga e o preconceito com os afeminados dentro da própria comunidade gay é grande. Mas Jarrell Gucci, estrela de Legendary, quer mostrar que se por ser másculo e afeminado sem problemas.

Sua altura e corpo físico chamaram a atenção logo que apareceu na primeira temporada de Legendary. A objetificação do corpo negro se tornou uma tendência maior pra cima dele quando um nude foi vazado. Mas Jarrell nunca se furtou a mostrar que era capaz de ter momentos de masculinidade e feminilidade sem nenhum problema. Uma aula, mesmo que em 2020.

Leia também: Metalúrgio cria marca de lingerie masculina

Seguindo a linha do clássico de Pepeu Gomes – “Ser um homem feminino não fere o meu lado masculino – o pai da House of Gucci ganhou fãs pelo mundo. Se a primeira temporada de Legendary acabou, ainda podemos acompanhar o seu dia a dia, e os questionamentos sobre feminilidade e masculinidade, em suas redes sociais.

Em seu primeiro vídeo para o Tik Tok, Jarrell topou o #ButchFemmeChallenge. Compartilhando imagens malhando e exibindo seu físico com outras dançando, ele usou a música que diz que é possível ser masculino e feminino ao mesmo tempo. “Seja autenticamente você, sem se desculpar”, colocou na legenda.

A postagem foi em resposta a um desafio do ator Dyllon Burnside, de Pose. A ideia surgiu da cena em Pose em que seu personagem Ricky explica para Pray Tell que ele poderia ser “butch (masculino) e femme (feminino) ao mesmo tempo”.

Burnside desafiou os seguidores a mostrar sua própria dualidade e Jarrell não perdeu tempo em responde.